Notícias

14 de junho de 2016

Fiocruz deve lançar editais na próxima semana

Serão oferecidas vagas para quatro carreiras de níveis médio, técnico e superior em diversas localidades do país.

Os dois primeiros editais do concurso da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)  estão quase prontos para serem lançados. Segundo informou a assessoria de comunicação do órgão, os dois primeiros documentos serão lançados na próxima semana e contemplarão os empregos de assistente e especialista. Para agilizar o processo de seleção, a Fiocruz deverá organizar e executar as próprias provas, ainda sem datas previstas.

Ao todo, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou 150 oportunidades para os cargos de assistente técnico de gestão em saúde, técnico em saúde pública, pesquisador e especialista, que devem ser lançadas em editais específicos por função. A pasta também determinou que os certames sejam publicados em até seis meses, ou seja, até o dia 29 de outubro.

A primeira seleção, que será lançada na semana que vem, terá oportunidades de níveis médio e superior. Para concorrer como assistente técnico em gestão de saúde (21 chances) é preciso ter nível médio completo. Já para concorrer à carreira de especialista em C&T, produção e inovação em saúde pública (16); além do nível superior, é preciso possuir título de doutorado e experiência mínima de seis anos na área de atuação .

Os salários oferecidos pela Fiocruz são de R$ 3.418,81 para assistente e de R$ 16.867 para especialista. Os outros dois cargos autorizados são os de técnico em saúde pública (61 vagas) e pesquisador (58). Segundo a assessoria estes outros dois editais são esperados para o mês de julho. A carreira de técnico em saúde pública requer nível médio/técnico e apresenta remuneração de R$ 3.418,81, podendo chegar a R$ 5.180 com a gratificação de qualificação (GQ) no nível máximo.

Já o posto de pesquisador pede ensino superior completo. Os salários oferecidos para a posição correspondem a R$ 6.780,28, sendo que há a possibilidade de se somar ao valor uma retribuição por titulação (RT) de acordo com os títulos de especialista, mestre e doutor. Todas as remunerações já incluem o auxílio-alimentação de R$ 458.
Em fevereiro deste ano, a assessoria de comunicação da Fiocruz disse que a instituição esperava que o MPOG colocasse a abertura do processo seletivo no Orçamento de 2017, pois acreditava que com os cortes orçamentários a seleção não fosse concedida. O pedido encaminhado foi enviado ao Planejamento em 2015 e previa 600 oportunidades (número bem superior ao liberado).A solicitação reunia ofertas para assistente técnico de gestão em saúde(30), técnico em saúde pública (70), tecnologista (300), pesquisador(130), analista (50) e especialista (20).

Fonte: JC Online


2020 - IMP Concursos - Todos os direitos reservados.