Notícias

4 de abril de 2019

SEDEST: Inquérito sobre denúncias de fraude no concurso foi concluída

Inquérito instaurado pela Polícia Civil do DF para investigar denúncias de fraude no concurso público da Secretaria de Desenvolvimento Social, antiga Sedestmidh, foi concluído nesta quarta-feira (3/4). Os investigadores não constataram qualquer sinal de fraude e não houve indiciamentos. O processo seletivo recebeu 53.748 inscrições. No dia da prova, 24 de março, após atraso na aplicação dos exames, houve tumulto e o certame acabou suspenso.

A apuração ficou a cargo da Coordenação Especial de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública (Cecor). Dezenas de pessoas prestaram depoimento à polícia, entre candidatos, fiscais, organizadores e servidores da secretaria. O certame foi organizado pelo Instituto Brasil de Educação (Ibrae).

Nas ocorrências registradas pela PCDF, os concurseiros relataram problemas, como atraso na entrega das provas, denunciaram um possível extravio de malote com os exames, falha na fiscalização interna e falta de folha de respostas, de detector de metais na entrada das salas e de policiamento.

Na época, em nota, o Ibrae disse que cometeu um “engano” ao mandar o malote de provas para a faculdade errada, mas afirmou que o cancelamento das provas se deu por conta de atos de vandalismo de alguns candidatos.

Esse “engano”, segundo o Ibrae, atrasaria em 27 minutos o início da prova em cinco salas da Universidade Paulista (Unip), na 913 Sul. As provas acabaram sendo enviadas para a Upis. O instituto detalhou que a distância entre as universidades é de menos de 1 km e frisou, ainda, que o “engano” foi solucionado.

Confira matéria completa aqui.

Fonte: Metrópoles.

Atenção!

Nova data para realização da prova para Educador Social, foi divulgada pelo IBRAE e será dia 14 de abril de 2019, das 14h às 18h30.

Até o momento não houve confirmação das datas das provas para os outros cargos.


2019 - IMP concursos - Todos os direitos reservados.