Notícias

17 de setembro de 2015

Concurso INSS será mantido para este ano

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) confirmou que o concurso com 950 vagas para o INSS não será afetado pelos cortes no Orçamento de 2016. O órgão está atualmente em processo de escolha da banca organizadora. Especula-se que o Cespe-UnB será o responsável pela seleção.  A data limite estabelecida em portaria publicada no Diário Oficial da União para o lançamento do edital é 29/12/2015.

As vagas previstas dividem-se entre os cargos de técnico (800) e analista (150) do seguro social, com lotações em diversos estados, de acordo com o mapeamento em curso para identificar as regiões com maior demanda por servidores.

A solicitação feita pelo INSS ao Planejamento em fevereiro de 2014 era de 4.730 novos servidores. As oportunidades seriam distribuídas entre 2.000 para o cargo de técnico, 1.580 para analista e 1.150 para perito médico previdenciário.  No entanto, foi autorizado o preenchimento de 950 vagas que contemplam apenas os cargos de técnico e analista. As remunerações são de R$ 5.259,87 e R$ 7.869,09 respectivamente.

Confira as turmas confirmadas do IMP para o concurso do INSS 

De acordo com o edital do último concurso, o cargo de técnico tem as seguintes atribuições:

  • Proceder ao reconhecimento inicial, manutenção, recurso e revisão de direitos aos benefícios administrados pelo INSS;
  • Exercer atividades internas e externas ligadas ao suporte e apoio técnico especializado;
  • Executar as atividades de orientação e informação, de acordo com as diretrizes estabelecidas nos atos específicos e outras relacionadas aos fins institucionais do INSS, que venham ser determinadas pela autoridade superior.

As atribuições do cargo de analista são:

  • Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSSe aos seus servidores, aposentados e pensionistas;
  • Elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional;
  • Realizar avaliação social quanto ao acesso aos direitos previdenciários e assistenciais;
  • Promover estudos socioeconômicos visando a emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários, bem como a decisão médico-pericial;
  • Executar em conformidade com a sua área de formação as demais atividades de competência do INSS.

Veja também: O que você precisa saber sobre o concurso do INSS

Expansão da rede

A Previdência Social paga mensalmente mais de 30,5 milhões de benefícios que correspondem a um montante de aproximadamente R$ 26,6 bilhões. Para tornar o atendimento mais eficiente, a Previdência tem investido no Projeto de Expansão da Rede de Atendimento do INSS (PEX). O projeto consiste na ampliação da rede de agências de atendimento presencial, inclusive os atendimentos referentes aos requerimentos de benefício por incapacidade, que exigem a presença do segurado e que representam mais de 50% dos benefícios requeridos na Previdência Social.

O instituto tem investido em interiorizar e descentralizar a rede de atendimento, ampliando o acesso aos serviços para 30% do total de municípios brasileiros. Em termos práticos, a ampliação deve possibilitar o acesso aos serviços previdenciários a mais 30,8 milhões de brasileiros que não necessitarão deslocar-se aos grandes centros para obter atendimento. Desde 2011 mais de 200 novas unidades já foram inauguradas e estão em funcionamento.

 


2019 - IMP concursos - Todos os direitos reservados.