Notícias

31 de julho de 2020

Como será a realidade dos concursos pós-pandemia?

Com editais em andamento e outros previstos, candidatos precisam manter o foco mesmo durante o isolamento social.

O atual cenário da pandemia mundial trouxe várias incertezas para o ambiente de trabalho e para a economia. Na rede privada, o mercado em queda provocou muitas demissões e reduções de salários. Já no funcionalismo público a estabilidade é o alento para muitas pessoas em tempos tão instáveis.

Mas para quem sonha com um vaga no setor público, como será o cenário dos concursos pós-pandemia? Uma dúvida comum entre os concursandos. Para ajudar você a entender as perspectivas sobre o assunto, o blog conversou com as professoras Madalena Coatio e Vânia Rêgo, aqui do IMP Concursos, para fazer uma análise dessa realidade.

Segundo nossas especialistas, temos duas realidades que precisam ser analisadas. Se por um lado é inegável que os orçamentos públicos sofrerão redução. Porém, por outro lado, é fato que o Poder Público não pode parar seus serviços essenciais e não-essenciais, e de acordo a constituição a forma de contratação de servidores se dá por meio de concursos públicos (artigo 37, II, da Constituição Federal).

Com a retomada gradual dos serviços, do funcionamento e das atividades econômicas, começamos a perceber que vários editais foram lançados, o que demonstra que teremos bons concursos em 2020 e 2021. 

Entre eles:

• Agente para a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF);

• Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN);

• Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF);

• Professor temporário da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF);

Além das seleções simplificadas com provas de títulos da área de saúde.

• Preparatório para Concursos Públicos

Órgãos e entidades seguem com a necessidade de contratação.

Mesmo com a pandemia a Administração Pública não pode parar e precisa repor seu quadro de servidores. Por isso, os certames serão retomados com força total. Muitos órgãos já estão com grandes déficits de pessoal, por vários motivos, entre eles a vacância criada em virtude das aposentadorias de servidores.

Então, é importante entender que a criação de novos cargos pode ser adiada, o que não pode ocorrer com aqueles postos que já existem e precisam ser preenchidos.

Palavra de quem entende!

A professora Vânia Rêgo, mestra em Educação, na área de Gestão e Políticas Públicas, pela UnB, ressalta que o atual cenário, de pandemia, parece não apontar perspectivas, mas que isso é um grande equívoco!!! “A vida não parou! Ela se apresenta de forma diferente e isso vale para os concursos tão esperados por muitos. Vale salientar que são vários os cargos, já existentes e com previsão legal, tanto nas esferas federal, estadual e municipal e que não podem deixar de ser preenchidas, tendo em vista que parariam áreas estratégicas do Estado”, afirma. 

Essa também é a visão de Madalena Coatio, professora e Mestra em Educação pela Universidade de Brasília e professora aposentada da SEEDF. A especialista explica que, mesmo com as medidas de contenção de despesas impostas pelo enfrentamento à COVID-19, existe a previsão de concursos para reposição de cargos e de contratação temporária para atender as demandas emergenciais.

“Apesar do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (*LC 173/20) apresentar algumas medidas de contenção de despesas para a União, estados, municípios e DF no que tange à proibição de criação de cargos e contratação de pessoal, há ressalvas na Lei Complementar. Uma das ressalvas permite concurso para reposições decorrentes de vacâncias de cargos efetivos ou vitalícios e permite a contratação temporária para atender a necessidade de excepcional interesse público. Por isso concursos na área de saúde, segurança e educação devem ser mantidos”, explica ela.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp173.htm

• Preparatório para Concursos Públicos

Concursos adiados!

Para quem está se preparando para as provas que já estavam marcadas e foram adiadas, o conselho das nossas professoras é: continue firme e mantenha o cronograma de estudos.

“Convém lembrar que houve suspensão/adiamento e NÃO o cancelamento (que é algo definitivo). Concursos com editais publicados e outros com provas, inclusive marcadas, deverão ocorrer imediatamente após o fim da pandemia ou quando as autoridades sanitárias entenderem que há segurança para a aplicação das provas”, declara Madalena Coatio.

Editais que podem sair ainda em 2020.

  • Polícia Federal – vagas para Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista;
  • Tribunal de Contas da União;
  • Senado;
  • ProcuradoriaGeral do Distrito Federal;
  • MPU.

Como fica a sua preparação?

Mesmo no atual contexto, o fato é que os concursos públicos vão acontecer e só aqueles que se mantiverem focados terão êxito. Estude, aproveite esse momento para se preparar e não se disperse.

“É fundamental que os alunos busquem por um bom curso preparatório com professores e material de excelência. Caso o aluno, estude sozinho, é importante se ater à qualidade do material que for usar como base para os estudos. Escolha um lugar calmo para estudar. Aconselho, inclusive, se desvencilhar um pouco das redes sociais”, afirma a Madalena Coatio.

E continua! “A revisão diária dos conteúdos estudados é fundamental para a realização de uma boa prova. Depois que o aluno entendeu minimamente a teoria, o ideal é que ele resolva muitos exercícios. Por meio de exercícios, aprende-se muito e se esclarecem inúmeras dúvidas”.

Já a professora Vânia ressalta que é essencial transformar o momento em uma vantagem competitiva. “Não é hora de procrastinar! O importante é que o aluno estude para a carreira que almeja com antecedência. Transforme esse tempo de incertezas em vantagem competitiva, pois muitos são os candidatos de edital – aqueles que só começam a estudar com edital publicado. Um equívoco”, finaliza.

• Preparatório para Concursos Públicos

Veja também:


2020 - IMP Concursos - Todos os direitos reservados.