Notícias

30 de agosto de 2018

Carência de servidores no Senado reforça necessidade de novo concurso

Segundo relatório, a Casa enfrenta déficit de 1.258 cargos vagos

Fica cada vez mais urgente a necessidade do concurso do Senado Federal, já que o último certame teve o prazo de validade expirado em julho de 2014. A consequência disto é que, a convocação de novos servidores para diminuir o déficit de recursos humanos que há na Casa, só poderá ser feita por meio de outra seleção.

Atualmente, o cargo que apresenta mais carência é o de Técnico Legislativo, incluindo as diversas especialidades que possui. A remuneração chega a R$ 22.153,26 na classe especial.

FIQUE LIGADO

Em 2012, foi realizado o último certame do órgão. À época, o concurso foi organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ofertou 246 vagas e convocou um número de aprovados além da quantidade prevista no edital de abertura.

Em junho deste ano, o Senado publicou um levantamento que aponta o total de cargos vagos na instituição. De acordo com o documento, faltam 1.258 servidores em atuação. Somente em janeiro de 2018, esse total já somava 1.228, o que significa que em apenas cinco meses, tornaram-se vagos mais 30 cargos. Dentre a lista de postos vagos, o que reúne o maior quantitativo é o de Técnico Legislativo (702).

Confira o levantamento na íntegra!

CONCURSO COM GRANDE CONCORRÊNCIA

Os aprovados no novo concurso integrarão o rol de beneficiados com os reajustes salariais das Tabelas de Vencimentos Básicos dos Servidores do órgão previstos para 2019. Assim, a remuneração do cargo de técnico, por exemplo, que hoje é R$17.705,91, saltará para R$18.502,67. O mesmo acontece com o analista que, no nível mais alto da carreira, pode alcançar provimentos de R$27.954,17.

Um ponto que vale a atenção do concursando interessado em fazer a prova, é que o salário do Senado não se limita à política salarial imposta pelo governo, pois a Casa é detentora de autonomia quando o assunto é a concessão de aumentos anuais bem maiores aos oferecidos a servidores públicos de outros órgãos. O aspecto salarial, além dos outros benefícios, tornam o processo seletivo simplificado do Senado bastante concorrido. Por isso, os especialistas indicam que o ideal é começar o estudo o quanto antes e, preferencialmente, antes da publicação do edital.

Como exemplo, basta observarmos o número de inscritos registrado no concurso de 2008 (penúltimo). A seleção reuniu 42.967 candidatos, o que representa uma concorrência de 286,4 pessoas por vaga. No de 2012, foram 157.939 inscrições para uma oferta de 246 cargos. Agora, espera-se que essa quantidade seja superior no novo certame.

VAGAS

A expectativa é que o concurso do Senado saia ainda em 2018 com vagas, principalmente, para técnico legislativo de diferentes áreas de atuação. O certame também disponibilizará os cargos de policial legislativo, analista legislativo, consultor legislativo e advogado.

PREPARAÇÃO

Antecipe seus estudos com os cursos presenciais do IMP Concursos. As turmas estão confirmadas e iniciam a partir de 11/9 na unidade da Asa Sul.

Confira nossas opções aqui!


2018 - IMP concursos - Todos os direitos reservados.